Feijão-tropeiro

O feijão-tropeiro é um dos pratos emblemáticos da cozinha do "tropeiro" que, de geração em geração, conquistou a mesa de toda a população e tornou-se um dos pratos típicos de Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso. 
O "tropeiro" é uma figura que surgiu aos fins do século XVII e início do século XVIII ao comando de caravanas que transportavam produtos para abastecer as regiões centrais do país. As viagens eram longas e perigosas por caminhos muito precários. Para a preparo das refeições durante as viagens os tropeiros carregavam ingredientes secos não perecíveis, que fossem resistentes ao transporte. O feijão,(muitas vezes cultivado em pequenas roças ao longo dos caminhos), a farinha de mandioca ou de milho, a carne seca e torresmo eram os ingredientes principais, e com eles foi "criado" este prato.
Existem inúmeras versões desta receita preparadas com todos os tipos de feijões, com o acréscimo de carne de porco fresca, de carne seca, de couve colocada no refogado, utilizando ovos mexidos em vez de cozidos e, em algumas regiões como São Paulo, com farinha de milho ao invés de farinha de mandioca. As guarnições tradicionais são arroz branco e couve à mineira.  

Fonti: 
Revista do Arquivo Público Mineiro Ano XLII n° 2 julho-dezembro 2006, acessada em 30.04.2012. 
• "O sabor de Minas Gerais", Tião Rocha. Departamento Cultural do Itamaraty, Ministério das Relações Exteriores, acessado em 03.01.2012. 
Sabores Saberes, Boletim Cultural e Memorialístico de São Tiago e Região | Ano VI . N° LXVIII. Maio de 2013, acessado em 20.05.2014.


Ingredientes

  • • 250 g de feijão carioca, preto, mulatinho ou roxinho
  • • 1 folha de louro
  • • 150 g de toucinho defumado
  • • 150 g de linguiça calabresa
  • • 3 colheres de sopa de azeite
  • • 1 cebola grande picada
  • • 3 dentes de alho socados
  • • 150 g de farinha de mandioca ou de milho
  • • 3 ovos cozidos
  • • 2 colheres de sopa de salsinha e cebolinha picadas (facultativo)
  • • sal e pimenta ou pimenta malagueta

Preparo

1. Lavar bem o feijão e deixar de molho por pelo menos 4 horas. Cozinhar com sal e louro até ficar macio, mas com os grãos inteiros. Colocar o feijão cozido sobre uma peneira e deixar escorrer todo o caldo. 
2. Cortar o toucinho em cubinhos e fritar sem óleo, mexendo sempre, até ficar bem sequinho e começar a amarelar. 
3. Acrescentar a linguiça cortada em fatias e deixar cozinhar por 5 minutos.  
4. Juntar a cebola picada e, quando estiver macia, o alho, a pimeta malagueta e o azeite (antigamente se utilizava a banha de porco para esta fritura). Deixar refogar por alguns minutos. 
5. Juntar o feijão escorrido e deixar esquentar bem, mexendo delicadamente.  
6. Apagar o fogo, juntar a farinha um pouco de cada vez, misturando delicadamente. 
7. Acrescentar os ovos cozidos cortados em pedacinhos, salsinha e cebolinha picados. Provar para controlar o sal. 
8. Acompanhar com arroz branco e couve à mineira

Nota: Se quiser, decorar o prato com torresmos e os ovos cozidos em fatias, ao invés de acrescentá-los com a farinha.
Postado em : 18 Aprile 2016
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações