Bolinho de chuva

O bolinho de chuva é uma receita caseira muito antiga, simples e econômica, feita com ingredientes que todos têm sempre em casa: farinha de trigo, açúcar, ovos e leite. A receita tal como a conhecemos hoje provavelmente se configurou somente a partir da segunda metade do séc. XIX, quando a farinha de trigo passou a ser um ingrediente mais acessível no Brasil. Antes deste período os doces eram feitos com mandioca, cará e inhame. A receita foi trazida de Portugal, e é provável que seja uma variação dos "filhoses" portugueses (doces fritos tradicionalmente consumidos no Carnaval e no Natal), ou ainda das "bolas de Berlim", conhecidas no Brasil como "sonhos". Pode-se encontrar receitas semelhantes em grande parte da Europa, feitas principalmente durante o Carnaval.  
Diz-se que o nome curioso se deve ao fato que era preparado em dias de chuva para agradar as crianças, que não podiam brincar fora de casa, ou ainda porque as mães não podiam sair para comprar pães e bolos para o lanche da tarde. O bolinho de chuva ficou famoso no Brasil com o programa de televisão "Sítio do Picapau Amarelo", baseado na obra de Monteiro Lobato, onde a personagem Tia Nastácia, cozinheira de mão cheia, preparava com muito carinho estes bolinhos para as crianças do sítio - Pedrinho e Narizinho - e para Emília, a boneca de pano.

Ingredientes

  • • 2 ovos
  • • 120 g de farinha de trigo
  • • 60 g de amido de milho
  • • 60 g de açúcar
  • • 1 pitada de sal
  • • 1 colher de chá de fermento em pó
  • • 30-40 ml de leite
  • • óleo de amendoim para fritar
  • • 50 g de açúcar e 1 colher de chá rasa de canela para polvilhar

Preparo

1. Bater os ovos até as gemas e as claras ficarem misturadas. 
2. Juntar os ingredientes secos e misturar bem.  
3. Acrescentar o leite, um pouco de cada vez, misturando bem. A massa deve ficar elástica e um pouco espessa, assim os bolinhos serão bem redondinhos. Se a massa for mais líquida, os bolinhos serão irregulares.  
4. Em uma panela aquecer uma quantidade de óleo que seja suficiente para cobrir os bolinhos.  
5. Com o auxílio de duas colheres colocar pequenas porções (cerca de meia colher de sopa) de massa no óleo quente. Fritar em fogo moderado para que cozinhe também por dentro. Quando os bolinhos estiverem bem dourados retirar do óleo e colocar sobre papel absorvente por alguns instantes.  
6. Misturar o açúcar (para polvilhar) com a canela em uma tigelinha. 
7. Passar os bolinhos ainda quentes no açúcar com a canela e servir imediatamente. 

Variante: acrescentar uma colherinha de queijo ralado na massa, como na receita original da Tia Nastácia.  

Rendimento: 40 bolinhos pequenos
Postado em : 24 Febbraio 2017
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações