Figo

A figueira é uma espécie conhecida deste a antiguidade, com muitas referências simbólicas e religiosas. Originária da bacia do Mediterrâneo, ela se espalhou pelo mundo e, no início do séc. XVI, chegou ao Brasil pela mão do colonizador português.  
O figo é uma infrutescência que abriga os frutos ao seu interior, geralmente confundidos com as sementes. É um alimento energético (alto conteúdo de açúcar) e digestivo, rico de fibras, sais minerais e vitaminas A e C. Existem muitas variedades que se diferenciam em forma, cor (pretos, roxos, vermelhos, verdes, amarelos) e dimensão.  
O figo maduro é consumido in natura ou utilizado na preparação de doces em pasta. O figo verde é empregado para a produção de compotas, fruta em calda e doces cristalizados; e o seu processamento se diferencia das demais frutas pela necessidade de uma fervura em água, que serve para eliminar o látex. 
A figueira é uma cultura de clima temperado, mas se adapta também em regiões mais quentes. No Brasil, um dos grandes fornecedores de figos para o mundo, a produção e industrialização deste produto - prevalentemente a variedade "Roxo de Valinhos" - se concentra nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nestas áreas a cultura da figueira e a produção dos doces de figo tornaram-se parte importante da economia e da identidade gastronômica local.
Postado em : 06 Giugno 2016
Última atualização : 17 Luglio 2018
As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies. Mais informações